Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

Ai, que vida!!!

Pois bem, parece que apesar da falta de comentários em quantidade astronómica, tal como deveria ser num blog desta categoria ;P, sou bastante requerida para escrever por escrito tudo aquilo que transborda da tolas aqui da je, pelo que me irei esforçar para exprimir, na minha mais sincera opinião - nada de sarcasmos, hein?! - tudo o que me der na real gana.

 

Pois decidi que, então, e no maior interesse da humanidade, me poderia propor a fazer um relatório, ou antes um diário (bem, uma espécie de "hetero-avaliação" - e esta só percebe quem sabe e está muito atento ao que certas pessoas dizem na sincera opinião delas) do que tem sido a vida de cerca de, pelo menos, 17 estudantes terrivelmente inclinados para o que parece ser um súbito e incurável ataque de nervos.

 

Pois é verdade. Acontece que, de segunda a domingo, acordam as pobres criaturas a horas obscenas da manhã, a maior parte para enfiar a cabeça nos livros de matemática e/ou português antes de seguirem, quais zombies, para a escola das paredes amarelas - não comecem a inventar histórias por causa da cor das paredes, por amor dos santinhos! - mas, dizia eu, seguem para a escola onde levam com a Mariazinha das 8h30 às 10h00, depois com o Fernando Pessoa e o facto de se ter partido em mil pedaços ou com Camões e o facto de não ser ele o Maior Português de sempre, em detrimento de Salazar - que vem a  propósito de Felizmente Há Luar!. Depois, é claro, das 12h15 às 13h30 levam com a Mariazinha outra vez.

 

É evidente que se está a ler o texto acima escrito e o não percebeu, das duas, uma:

1. Ou nunca foi aluno do Ensino Secundário;

2. Ou se foi, provavelmente nunca teve a [fantástica] da professora Mariazinha e, nesse caso,  o mais certo é ser Engenheiro mas sem pertencer, efectivamente, à Ordem.

 

Hoje, das 9h00 às 11h00, demos conta do Exame de Português, arrumámo-lo, pegámos no sensacionalismo de Álvaro de Campos e de Caeiro e na fragmentação de Pessoa e tudo o resto mais e mandámo-los a um certo sítio... a estante, propriamente dita. :D

 

 

Quanto ao resto, e como sei que só de ler, o leitor está, provavelmente, cansado, adiamos o diário para mais tarde, que, entretanto, há quem se tenha de ir afundar a sério na matemática! Mais especificamente, euzinha. 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: estudiosa
PaLaVriNhAs:
palavreado por Palavreadora às 15:24

link do post | comenta palavreando | adicionar aos tesouros
1 comentário:
De Menina Mistério a 25 de Junho de 2007 às 14:53
Bem estavas cheia de piada quando escreveste este post! Diz -me lá em quem te inspiraste?
Ah e quem te anda a influenciar a escreveres palavras numa língua que ninguém percebe no meio da nossa bela Língua Portuguesa?! Tenho a dizer que estou indignada com esta falta de patriotismo!

comenta palavreando

§ mAis sObRe Mim

§ PeSquIsAr um PaLaVrEaDo

 

§ Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

§ PalAvReAdOs

§ Tá na horinha de dar umas...

§ Xii, tou feita!

§ O achado que inspirou um ...

§ Pá, não há quem entenda.....

§ Pá, já não há quem entend...

§ Curiosidades turísticas e...

§ Problema resolvido...?!

§ Instintos Matadores de Co...

§ Ainda na onda de quem est...

§ Pró que me dá, às vezes.....

§ Língua de "Perguntadora"

§ A moda e a beleza e o amo...

§ Verão com "cheirinho"... ...

§ Despedida das férias de V...

§ No que pensamos quando te...

§ Novidades ao estilo do ve...

§ Como arranjar bons filmes...

§ Infantilidades à parte...

§ Pah, não entendo...

§ ... e já que estou com a ...

§ Olhó que a saudade trouxe...

§ Profissão: Santo Escritor...

§ Sentir os sentimentos por...

§ O achado que inspirou um ...

§ Turismo do mais curioso

§ Telepatia Virtual

§ A sorte que não calha a t...

§ Tentativas (quase) frustr...

§ Um olhar para o futuro...

§ Fanatismos

§ Enquanto o trabalho ocupa...

§ Quem disse que o Anjo da ...

§ Outra história, e coisa e...

§ No meio da poeira do temp...

§ Palavreados Aleatórios V ...

§ Adrenalina... muita adren...

§ Palavreados aleatórios IV...

§ Outras ondas!... IV

§ Sintam-se a dançar... eu ...

§ Isto é que é ler as entre...

§ Um pouco de jazz "sentime...

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ E as coisas simples (ou n...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Um calmante, ou dois...

§ Como nos tornarmos uns bl...

§ Vamos lá esclarecer uma c...

§ Quando [não] se ama algué...

§ Quatro simples dicas...

§ Não resisti...

§ OuTrOs PaLaVrEaDoS

§ Outubro 2008

§ Setembro 2008

§ Agosto 2008

§ Julho 2008

§ Junho 2008

§ Maio 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Fevereiro 2008

§ Janeiro 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Agosto 2007

§ Julho 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ PaLaVriNhAs

§ todas as tags

§ CaiXinHa dos TeSouRos

§ Sentir os sentimentos por...

§ Uma pitada de poesia...

§ A poesia do velho

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Conclusão inegável

§ Palavreados aleatórios - ...

§ Palavreados aleatórios II...

§ AdMiReM OuTraS ObRaS

blogs SAPO

§ subscrever feeds