Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

É para onde a vida gira...

Ontem, um amigo escreveu-me um texto em que afirmava já não ter jeito para nada. E eu garanti-lhe que isso não era verdade, que tinha jeito para muita coisa. Mas nunca sei muito bem o que dizer numa situação destas.

A verdade é que já me passou esse pensamento pela minha própria cabeça, esse medo de que nunca mais algo haveria de sair com jeito, feito por mim. É um medo associado, por exemplo, aos textos que escrevo ou às músicas que componho. Cada história que conto, cada poema que rabisco, cada melodia que descubro - quando atinjo o clímax da satisfação por eles existirem, tenho sempre aquela assustadora certeza de que aquele momento foi o último. E mais nenhum assim vai surgir.

Não espero que muitos me entendam. O receio de perder a capacidade de escrever ou de compôr já faz parte de mim, porque sei, por experiência de vida, que o que temos num momento pode desaparecer num abrir e fechar de olhos. Tal como me aconteceu com certas coisas boas da minha vida. E agora, quando olho para trás, cada vez me apercebo mais do frágil que a minha vida e tudo quanto a compõe, é.

    

Àquele amigo: não perdeste jeito absolutamente nenhum. Tens uma capacidade espectacular e invejável para escrever o que te vai na alma, um sentido musical fantástico e muitas outras coisas das quais nem devo, ainda, saber. Basta saber encontrá-las! 

Anima-te. Boa sorte para tudo!

sinto-me: pensativa
PaLaVriNhAs: , ,
palavreado por Palavreadora às 17:38

link do post | comenta palavreando | adicionar aos tesouros
4 comentários:
De Catarina a 25 de Janeiro de 2008 às 21:02
Sim, tens toda a razão. Realmente é horrível perder o dom da escrita.

Mas a vida tem as suas fases, umas boas outras menos boas. Na verdade nunca perdemos o dom da escrita.

Beijo

Não tão bem,
Catarina
De Palavreadora a 26 de Janeiro de 2008 às 13:04
Espero mesmo que nunca o percamos, minha querida!
E porque não estás tão bem? Detesto ver-te assim, priminha...

Põe-te boa!

Beijinhos enormes!
De SweetGirl a 26 de Janeiro de 2008 às 15:11
Nc vais perder o dom da escrita...don't worry..be happy..as palavras saem smp..as vx custam mais ms nc desaparecem..(so kd estams em frente a pexoa k amams..hehe) escreves mt bm...e adorei este post particularment pk nele das força a um amigo...es uma kerida c tda a gent...gostiiiiiiii********bjoks***
De Sousa a 26 de Janeiro de 2008 às 15:39
Não conheço o rapaz. Mas aposto que ficou feliz com este texto. Por, pelo menos, saber que pode não ter perdido jeito para que as pessoas desistam dele.
Obrigado*

comenta palavreando

§ mAis sObRe Mim

§ PeSquIsAr um PaLaVrEaDo

 

§ Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

§ PalAvReAdOs

§ Tá na horinha de dar umas...

§ Xii, tou feita!

§ O achado que inspirou um ...

§ Pá, não há quem entenda.....

§ Pá, já não há quem entend...

§ Curiosidades turísticas e...

§ Problema resolvido...?!

§ Instintos Matadores de Co...

§ Ainda na onda de quem est...

§ Pró que me dá, às vezes.....

§ Língua de "Perguntadora"

§ A moda e a beleza e o amo...

§ Verão com "cheirinho"... ...

§ Despedida das férias de V...

§ No que pensamos quando te...

§ Novidades ao estilo do ve...

§ Como arranjar bons filmes...

§ Infantilidades à parte...

§ Pah, não entendo...

§ ... e já que estou com a ...

§ Olhó que a saudade trouxe...

§ Profissão: Santo Escritor...

§ Sentir os sentimentos por...

§ O achado que inspirou um ...

§ Turismo do mais curioso

§ Telepatia Virtual

§ A sorte que não calha a t...

§ Tentativas (quase) frustr...

§ Um olhar para o futuro...

§ Fanatismos

§ Enquanto o trabalho ocupa...

§ Quem disse que o Anjo da ...

§ Outra história, e coisa e...

§ No meio da poeira do temp...

§ Palavreados Aleatórios V ...

§ Adrenalina... muita adren...

§ Palavreados aleatórios IV...

§ Outras ondas!... IV

§ Sintam-se a dançar... eu ...

§ Isto é que é ler as entre...

§ Um pouco de jazz "sentime...

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ E as coisas simples (ou n...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Um calmante, ou dois...

§ Como nos tornarmos uns bl...

§ Vamos lá esclarecer uma c...

§ Quando [não] se ama algué...

§ Quatro simples dicas...

§ Não resisti...

§ OuTrOs PaLaVrEaDoS

§ Outubro 2008

§ Setembro 2008

§ Agosto 2008

§ Julho 2008

§ Junho 2008

§ Maio 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Fevereiro 2008

§ Janeiro 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Agosto 2007

§ Julho 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ PaLaVriNhAs

§ todas as tags

§ CaiXinHa dos TeSouRos

§ Sentir os sentimentos por...

§ Uma pitada de poesia...

§ A poesia do velho

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Conclusão inegável

§ Palavreados aleatórios - ...

§ Palavreados aleatórios II...

§ AdMiReM OuTraS ObRaS

click to comment

§ que horas são isto?

badge

§ quantos viveram por aqui

blogs SAPO

§ subscrever feeds