Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Pois é, a vida é mesmo assim, nunca ninguém disse que isto ia ser fácil...

Quando tava pra nascer e falei lá com a congregação dos santos que nos trazem à Terra, pra ver se trazia os vistos em ordem e o passaporte relativamente legal, nunca ninguém me disse que ia chegar uma altura da vida em que a gente se tem de levantar às 7 horas da matina, pouco depois, pra pôr o rabiosque sentado durante horas numa sala de paredes amarelas a ouvir "pessoas crescidas" dissertarem sobre poluição e o facto de irmos todos, inevitavelmente, morrer - seja de um cancro qualquer ou do ozono troposférico - ou sobre números imaginários e complexos, como se a vida não fosse, por si mesma, tão irreal quanto pode ser.

 

  E também não me disse o santo, no balcão de atendimento, que ia ter de esperar 18 minutos todos os santos dias que quisesse ir de metro pra casa, enquanto passam todos os metros e mais alguns para todos os sítios e mais alguns, para meu desespero e para desespero da pessoa na forma da Ana Clara, esse exemplo de boa rapariga.

 

  

Muito bem. Eu não me queixo. Volta e meia, os santos também não me avisaram que ia nascer com os melhores pais do mundo e volta e meia, também não me avisaram que ia nascer com possibilidade de fazer descer da congregação dos santos uma outra vida. Isso é das coisas mais belas que temos, não?

 

E é claro que, volta e meia, não me avisaram os aureulaicos senhores que iam entrar na minha vida pessoas tão maravilhosas como são aquelas que conheço - como a minha patruska e aqueles amigos chegados, muuuuito chegados - nem tão pouco me alertaram que a vida ia dar voltas de 180º todos os dias e nos afastava dessas pessoas quando menos queríamos. Por esta, estou a pensar fazer queixa da congregação, quando o buraco na camada de ozono me mandar desta pra melhor.

 

Por isso, estou a pensar aproveitar mesmo bem todos os pequenos prazeres da vida para poder dar o melhor dela e de mim e para poder fazer uma descrição pormenorizada aos senhores do departamento de Passaportes prá Vida, e mostrar-lhes que, mesmo sem estar avisada, fiz desta vida algo memorável. Julgo que é esta a minha "vingança"!

 

 

 

 

A todas as pessoas, aos meus leitores e fãs pelo mundo fora, :), desejo uma excelente vida!

    

palavreado por Palavreadora às 12:51

link do post | comenta palavreando | adicionar aos tesouros
|
4 comentários:
De Sara a 8 de Maio de 2007 às 19:17
ah e tal, hoje é só um saltinho daqueles saltinhos assim mesmo pequeninos, sabes, aqueles que tais, tipo eu xD
também tenho umas queixas para a congregação dos santos, mas pensei : eh pá, a filipa já os atafulhou de ralhetes, coitadinhos, dar-lhes tempo para eles recuperarem do ataque de nervos :P
vamos lá viver a vida bem vivida. para começar é imprescindível enviar o email ao gato e ir lá ao estúdio, em dúvida que sem isso, nada feito, a vida não tem jeito x)
bem, hoje não digo nada inspirador, por isso é melhor calar-me :P
mas passarei por cá em breve!
um beijinho grande :D *
De Joana a 8 de Maio de 2007 às 20:19
Olá :)

Visto que não sei bem o que dizer limito-me a elogiar a tua escrita ! Escreves mesmo muito bem, dá gosto ler os teus textos !
Aproveito também para dizer que és uma miúda 5 estrelas :) és divertida e muito simpática ! Obrigada por teres sido uma das pessoas que eu considero que se tornou minha amiga !

bjinho *
De Mrs. Perfeito-Campeão a 8 de Maio de 2007 às 20:27
ai como eu te percebo!!!! já estou com a camada do ozono pelas orelhas...era bom que rebentasse de uma vez e nunca mais nos tivéssemos de preocupar com isso...
de novo muito inspirada, como sempre...acho que é impossível estares desinspirada! um dia ainda quero que escrevas a minha biografia, com todas aquelas peripécias amorosas (e não só) e aventuras no meio dos cemitérios, inquietando os mortos e incomodando os vivos...
agora deixo uma pergunta que sempre me inquietou e que fica ao critério de cada um...:
«o que fomos na nossa vida anterior?»

beijos,
mrs. perfeito-campeão
De Mafalda* a 8 de Maio de 2007 às 22:39
OLaa *
espero qe esteja tudo a correr bem, dentro do possível.. x)
pois... realmente... eu também tinha umas queixas.. mas também, acho que há tanta coisa boa que nós nem chegamos a 'ver' nesta vida por causa da extensiva procura da felicidade... que pronto. .
não e' que haja assim muita coisa boa... mas pelo menos 'eu' não me posso queixar.
uma pessoa nunca consegue chegar a ser verdadeiramente feliz... porque lhe falta a felicidade de todas as outras pessoas...(li isto algures... e gostei)
enfim .. x)
já disse e volto a dizer... que amo a tua maneira de escrever..* =)


beijinhO* enoOrmee.*
um para ti e outro pa mamã *.*

comenta palavreando

§ mAis sObRe Mim

§ PeSquIsAr um PaLaVrEaDo

 

§ Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

§ PalAvReAdOs

§ Tá na horinha de dar umas...

§ Xii, tou feita!

§ O achado que inspirou um ...

§ Pá, não há quem entenda.....

§ Pá, já não há quem entend...

§ Curiosidades turísticas e...

§ Problema resolvido...?!

§ Instintos Matadores de Co...

§ Ainda na onda de quem est...

§ Pró que me dá, às vezes.....

§ Língua de "Perguntadora"

§ A moda e a beleza e o amo...

§ Verão com "cheirinho"... ...

§ Despedida das férias de V...

§ No que pensamos quando te...

§ Novidades ao estilo do ve...

§ Como arranjar bons filmes...

§ Infantilidades à parte...

§ Pah, não entendo...

§ ... e já que estou com a ...

§ Olhó que a saudade trouxe...

§ Profissão: Santo Escritor...

§ Sentir os sentimentos por...

§ O achado que inspirou um ...

§ Turismo do mais curioso

§ Telepatia Virtual

§ A sorte que não calha a t...

§ Tentativas (quase) frustr...

§ Um olhar para o futuro...

§ Fanatismos

§ Enquanto o trabalho ocupa...

§ Quem disse que o Anjo da ...

§ Outra história, e coisa e...

§ No meio da poeira do temp...

§ Palavreados Aleatórios V ...

§ Adrenalina... muita adren...

§ Palavreados aleatórios IV...

§ Outras ondas!... IV

§ Sintam-se a dançar... eu ...

§ Isto é que é ler as entre...

§ Um pouco de jazz "sentime...

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ E as coisas simples (ou n...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Um calmante, ou dois...

§ Como nos tornarmos uns bl...

§ Vamos lá esclarecer uma c...

§ Quando [não] se ama algué...

§ Quatro simples dicas...

§ Não resisti...

§ OuTrOs PaLaVrEaDoS

§ Outubro 2008

§ Setembro 2008

§ Agosto 2008

§ Julho 2008

§ Junho 2008

§ Maio 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Fevereiro 2008

§ Janeiro 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Agosto 2007

§ Julho 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ PaLaVriNhAs

§ todas as tags

§ CaiXinHa dos TeSouRos

§ Sentir os sentimentos por...

§ Uma pitada de poesia...

§ A poesia do velho

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Conclusão inegável

§ Palavreados aleatórios - ...

§ Palavreados aleatórios II...

§ AdMiReM OuTraS ObRaS

click to comment

§ que horas são isto?

badge

§ quantos viveram por aqui

blogs SAPO

§ subscrever feeds