Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Palavreados aleatórios II - pensamentos meus

Sempre me custou a acreditar na amizade. Tão vago, esse termo... Nunca me senti impelida a olhá-lo como uma forma de conhecer pessoas, apenas. Olho para a amizade, a verdadeira amizade, como a forma de amarmos alguém tão profundamente como amaríamos alguém da nossa própria família. Julgo que fazer amizades é a possibilidade que temos de, ao chegarmos à Terra, escolhermos o pedaço da nossa própria família, que preenche o espaço que falta no nosso coração.

 

 

Disse que nunca acreditei nela. Afirmei isso porque, até ontem, julgava que tinha feito apenas uma amizade muito verdadeira na minha vida. Ontem fiquei surpreendida ao aperceber-me que pelo menos mais uma pessoa merecia estar nessa categoria de "amigo muito verdadeiro". O simples facto de essa pessoa me ter dado uma força "virtual", com palavras simples, para algo que sei que me vai custar muito fazer, fez-me acreditar nisso.

   

 

Já muita gente me tinha dito que compreendia a minha situação, o meu... digamos... "sofrimento", mas a maneira como essa minha amiga me prometeu apoio para o que desse e viesse e me garantiu que tudo iria correr bem, fez-me acreditar piamente que realmente tudo vai correr bem e que vou concretizar o meu sonho mais depressa do que imagino. E acreditei também que ela estaria lá para assistir a esse momento. Fica sabendo, minha querida SPF, que nada me daria mais alegria do que ter-te presente no momento da realização do meu sonho. 

   

  

Obrigada pelo apoio. E por tudo o resto que sabes que fazes por mim!

Beijinhos 

sinto-me: amiga!
música: AMIGOS PARA SIEMPRE
palavreado por Palavreadora às 20:20

link do post | comenta palavreando | adicionar aos tesouros
|
4 comentários:
De *Sweet Girl* a 16 de Fevereiro de 2008 às 22:35
Fi tou sem palavras...ate vieram me as lagrimas aos olhos kd li isto...OBRIGADA..sbs k podes cntar cmg p td....
e tds os sonhos podm ser realizados...'cause impossible is nothing..
bjokas gigantes**
gostiii
De Palavreadora a 17 de Fevereiro de 2008 às 14:56
Tens razão, minha querida! Impossible is nothing!

bigada pelo coment, pelo apoio, por tudo!!

beijokas grandesss******
gostuuu*********
De Mr GOD a 17 de Fevereiro de 2008 às 20:22
Acho que há aqui uma ligeira contradição! Então afirma no post que não acredita na amizade no entanto diz que tem 2 amigas verdadeiras!
Outra parte que achei estranho é o facto de dizer que so tem duas amigas verdadeiras, com certeza há-de haver algumas suas amigas que se sentirão mal, e se calhar merecem mais apreço que aquilo que lhes dá.

PS: Mr GOD sabe tudo!
De Palavreadora a 18 de Fevereiro de 2008 às 19:17
digo precisamente que me custa acreditar na amizade porque ao longo dos 18 anos que pelos vistos sabe que tenho, fui conhecendo muita gente que chamei de "amigo" sem contar que uns anos depois essas pessoas pudessem desiludir-me como tal.

não digo que não tenha mais amigos bons. tenho, felizmente. mas acontece que diferencio os amigos dos "verdadeiros bons amigos" que, realmente, estão lá para tudo. o que não acontece com muita gente que conheci e que já denominei "melhor amigo" e que pareceram esquecer a minha existência.

se desiludi ou esqueci alguém com este texto, só me resta pedir desculpa, mas, francamente, isto é o que eu sinto neste momento.

P.S.: duvido que saiba ASSIM tanto. xD

comenta palavreando

§ mAis sObRe Mim

§ PeSquIsAr um PaLaVrEaDo

 

§ Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

§ PalAvReAdOs

§ Tá na horinha de dar umas...

§ Xii, tou feita!

§ O achado que inspirou um ...

§ Pá, não há quem entenda.....

§ Pá, já não há quem entend...

§ Curiosidades turísticas e...

§ Problema resolvido...?!

§ Instintos Matadores de Co...

§ Ainda na onda de quem est...

§ Pró que me dá, às vezes.....

§ Língua de "Perguntadora"

§ A moda e a beleza e o amo...

§ Verão com "cheirinho"... ...

§ Despedida das férias de V...

§ No que pensamos quando te...

§ Novidades ao estilo do ve...

§ Como arranjar bons filmes...

§ Infantilidades à parte...

§ Pah, não entendo...

§ ... e já que estou com a ...

§ Olhó que a saudade trouxe...

§ Profissão: Santo Escritor...

§ Sentir os sentimentos por...

§ O achado que inspirou um ...

§ Turismo do mais curioso

§ Telepatia Virtual

§ A sorte que não calha a t...

§ Tentativas (quase) frustr...

§ Um olhar para o futuro...

§ Fanatismos

§ Enquanto o trabalho ocupa...

§ Quem disse que o Anjo da ...

§ Outra história, e coisa e...

§ No meio da poeira do temp...

§ Palavreados Aleatórios V ...

§ Adrenalina... muita adren...

§ Palavreados aleatórios IV...

§ Outras ondas!... IV

§ Sintam-se a dançar... eu ...

§ Isto é que é ler as entre...

§ Um pouco de jazz "sentime...

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ E as coisas simples (ou n...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Um calmante, ou dois...

§ Como nos tornarmos uns bl...

§ Vamos lá esclarecer uma c...

§ Quando [não] se ama algué...

§ Quatro simples dicas...

§ Não resisti...

§ OuTrOs PaLaVrEaDoS

§ Outubro 2008

§ Setembro 2008

§ Agosto 2008

§ Julho 2008

§ Junho 2008

§ Maio 2008

§ Abril 2008

§ Março 2008

§ Fevereiro 2008

§ Janeiro 2008

§ Dezembro 2007

§ Novembro 2007

§ Outubro 2007

§ Setembro 2007

§ Agosto 2007

§ Julho 2007

§ Junho 2007

§ Maio 2007

§ Março 2007

§ Fevereiro 2007

§ Janeiro 2007

§ Dezembro 2006

§ Novembro 2006

§ PaLaVriNhAs

§ todas as tags

§ CaiXinHa dos TeSouRos

§ Sentir os sentimentos por...

§ Uma pitada de poesia...

§ A poesia do velho

§ Uma caixinha dos tesouros...

§ Palavreados aleatórios II...

§ Conclusão inegável

§ Palavreados aleatórios - ...

§ Palavreados aleatórios II...

§ AdMiReM OuTraS ObRaS

click to comment

§ que horas são isto?

badge

§ quantos viveram por aqui

blogs SAPO

§ subscrever feeds